30 April, 2006

Fragmento do roteiro de Os inocentes


Nestor se levanta da poltrona, sai da sala atendendo ao telefone. Marisa cruza os braços e mira João.

MARISA (meiga)
Eu não quero o seu mal menino, juro que não. Não tenho culpa por sua mãe. Eu conheci seu pai e ela já estava internada. Pelo contrário, eu tenho o ajudado muito, até nos negócios. Você sabe que ele estava quebrado. Só não quero que brinque com os peixes. E você sabe como seu pai é violento. Prometa pra mim que não vai mais mexer com eles. Prometa!

JOÃO (sussurrando)
Eu prometo.

Marisa sorri satisfeita.
.
MARISA
Ótimo, agora estamos entendidos.

Marisa sai da sala. João chora. Começa a esmagar os peixes sobre a mesa. Ergue-se, vai até o aquário. Enfia a mão ensangüentada dentro do aquário e observa os sangue se misturar com a água.

2 comments:

Charlene said...

AMEI, AMEI, AMEI... A cada dia me surpreendo com esses roteiros maravilhosos. Criativo e intrigante. É o tipo de texto que faz com que o leitor fique na espectativa na busca do "quero mais"...

Parabéns! Parabéns! Parabéns!

Charlene said...

AMEI, AMEI, AMEI... A cada dia me surpreendo com esses roteiros maravilhosos. Criativo e intrigante. É o tipo de texto que faz com que o leitor fique na espectativa na busca do "quero mais"...

Parabéns! Parabéns! Parabéns!