03 December, 2010

Mostra dos Trabalhos da Turma 5

C O N V I T E
No próximo sábado - dia 04 de Dezembro - 19h - acontecerá a exibição dos trabalhos realizados pelos alunos da Escola Livre de Cinema e Vídeo / Turma-5.
e no dia...
09 de Dezembro - quinta - 19h - receberemos a  22ª MOSTRA DO AUDIOVISUAL PAULISTA, numa parceria entre a Escola Livre de Cinema e o realizador Francisco Cesar Filho (Chiquinho). A 22ª Mostra do Audiovisual Paulista é um evento que prestigia todas as manifestações audiovisuais brasileiras. Estão presentes lançamentos e destaques da última safra paulista de curtas-metragens, séries de TV, videoclipes, making of´s, vinhetas, videoinstalações, demos, promos, webséries e performance musical.
 


LOCAL DOS EVENTOS:

AUDITÓRIO HELENI GUARIBA
(anexo ao Teatro Municipal de Santo André)
Praça IV Centenário, s/nº - Paço Municipal
Centro - Santo André

30 November, 2010

Mostra BRECHT NO CINEMA no CinUSP


  30 de novembro a 3 de dezembro
(veja grade de horários abaixo - GRÁTIS) 

Sempre haverá mitos, mas deles podemos nos despir atualizando-os no presente, em nossa própria experiência, aproximando-nos do que de fato restou. Uma mistura de brinquedo e arqueologia. O que de Bertold Brecht sobrou foram os escritos, mas também filmes. Mas não pensemos que os filmes seguiram na História mais íntegros que suas peças, por exemplo, porque estas seriam passíveis de interpretações (literalmente), variações. Os filmes também o são, por motivos diferentes, seja pelo modo como desvendamos as imagens em outro contexto ou pelos cortes de censura, mutilando cópias. Podemos ver o que nos restou. 
Brecht mais escreveu para o cinema do que dirigiu. Colaborou diretamente na realização de nove filmes e onze textos adaptados para a tela. Deixou ainda vários roteiros completos e mais de vinte argumentos. Em 1932, pouco antes de se exilar, ocorreu um dos episódios mais significativos da relação de Brecht com o cinema: o filme Kuhle Wampe: ou A Quem Pertence o Mundo?. Este é o único filme em que efetivamente colaborou, com liberdade e entusiasmo, da elaboração do argumento aos trabalhos de direção e filmagem. Este filme causaria uma situação curiosa quando no "tribunal" um censor argumenta com os realizadores os motivos para censurar o filme, desdobrando inesperadamente a estética brechtiniana:
A censura criou-nos grandes dificuldades e houve uma sessão com o representante da censura e os advogados da sociedade cinematográfica. O representante da censura mostrou-se inteligente: “Ninguém vos contesta o direito de descrever suicídios. Suicídios, vários deles aconteceram. Vós podeis também descrever o suicídio de um desempregado. Suicídios de desempregados igualmente ocorreram. Eu não vejo razão, senhores, de ficar em silêncio sobre isso. No entanto, faço uma objeção contra a maneira de descrever o suicídio de vosso desempregado. Ela é inconciliável com os interesses da coletividade que devo defender: e stou desolado de dever vos fazer aqui uma censura de ordem artística”. Nós (ofendidos): “?”. Ele continuou: “Sim, vós ides admirar-vos que eu censure a vossa descrição por não me parecer suficientemente humana. Não é um homem o que vós mostrais (digo-o tranqüilamente), mas um tipo. Vosso desempregado não é um verdadeiro indivíduo, não é um homem de carne e sangue, diferente dos outros, com suas preocupações particulares, suas alegrias particulares e, no final das contas, seu destino particular. Ele é representado de maneira completamente artificial (desculpai, enquanto artistas, esta expressão um pouco brutal): nós aprendemos muito pouca coisa sobre ele. Entretanto, as conseqüências são de natureza política e forçam-me a opor-me à liberação de vosso filme. Este filme tende a fazer do suicídio um fenômeno típico, alguma coisa que não é a ação de um ou outro indivíduo doente, mas o destino de toda uma classe!!! Vós sois da opinião que a sociedade conduz os jovens ao suicídio, recusando-lhes a possibilidade de trabalhar. E vós não vos incomodais em dizer o que seria preciso aconselhar aos desempregados para que haja uma mudança neste domínio. Senhores, vós não vos comportastes como artistas. Não neste caso. Vós não vos inquietais de dar forma a um comovente destino individual, do qual ninguém poderia vos impedir”. (...) Com obstinação, acrescentou: “vós deveis, porém, admitir que vosso suicídio evita tudo o que há de impulsivo. O espectador não é levado a fazer nada para a isso se opor, o que deveria, no entanto, ser o caso de uma apresentação artística e calorosamente humana. Meu Deus! O ator fez isso como se mostrasse de que maneira se descascam os pepinos!”.
(...) Saindo da sala, nós não ocultávamos nossa admiração por esse censor tão lúcido. Ele tinha penetrado bem mais profundamente na essência mesma de nossas intenções artísticas do que os críticos mais benevolentes para com nossa proposta. Ele tinha conseguido dar um pequeno curso sobre realismo. Do ponto de vista da polícia.

Bertolt Brecht em Pequena Contribuição ao Tema do Realismo.


Este duplo julgamento do filme traz questões importantes do legado brechtiniano (os restos) que podem ser encontrados ainda em pauta no cinema contemporâneo. Portanto, essa arqueologia – fazer uma mostra de "Brecht no cinema", rever tais filmes – prefere ser menos homenagem (porque estanque), e mais uma tentativa de fazer decifrar tais ideias de cinema no mundo de hoje, para colocá-las em circulação, para rechaçá-las, para abarcá-las. Terreno arado, vida nova. Mudam os tipos e a História continua.


O homem do colarinho pergunta: "E quem vai mudar o mundo?"
A operária responde: "Aqueles a quem o mundo não agrada."

Boas sessões!






ENCONTRO


Encontro sobre o Ativismo na Mídia com Jasmina Tesanovic, ativista política, autora de Diary of a Political Idiot (Kossovo, 1999).

O encontro visa discutir as mídias como ferramentas de ações ativistas, tanto de um ponto de vista histórico como atual. Organizado pelo festival ARTE.MOV – Festival Internacional de Arte em Mídias Móveis, o evento conta com a coordenação de Almir Almas, a moderação de Bruna Callegari e Felipe Fonseca, além da participação de Rogerio Borovik, Jean Habib, Flavia Vivaqua, Vivian Accuri, Tulio Tavares, Paulo Lara, e outros, como debatedores.

O encontro acontece no CINUSP, dia 29 de novembro às 17h30, e tem o apoio do CINUSP e do PPGMPA (Programa de Pós-Graduação em Meios e Processos Audiovisuais) CTR/ECA/USP.


SESSÃO ESPECIAL
O abraço corporativo
Direção: Ricardo Kauffman
Brasil, 2009, 75’, exibição em DVD

O filme acompanha a trajetória real de um consultor de RH fictício, chamado Ary Itnem, em busca de divulgação na mídia da Teoria do Abraço. Ele propõe a solução para uma doença chamada inércia do afastamento, causada pelo uso excessivo das novas tecnologias. Sua trajetória em busca da notícia está registrada no filme que apresenta de forma surpreendente o desfecho desta história.


A sessão acontece no CINUSP, dia 2 de dezembro às 19h.



SINOPSES

A ópera dos três vinténs (Die 3 Groschen-Opera)
Direção: G. W. Pabst
Alemanha, 1931, 112´, exibição em DVD
Elenco: Rudolf Forster, Lotte Lenya, Carola Neher

Versão restaurada da famosa adaptação de G. W. Pabst (A Caixa de Pandora) para o lendário musical de Brecht. Músicas de Kurt Weill.


Os carrascos também morrem (Hangmen also die!)
Direção: Fritz Lang
EUA, 1943, 134´, exibição em DVD
Elenco: Brian Donlevy, Walter Brennan, Hans von Twardowski

Um nazista é assassinado na Tchecoslováquia ocupada. Como represália, a Gestapo começa uma sangrenta caçada. Obra-prima de Fritz Lang. Roteiro de Bertolt Brecht.

Kuhle Wampe: ou A quem pertence o mundo?
(Kuhle Wampe oder: Wem gehört die Welt?)
Direção: Slatan Dudow
Alemanha , 1932, 80’, exibição em DVD

História de uma família operária durante a crise econômica na República de Weimar. Marco do cinema político-social. Roteiro de Bertolt Brecht e Ernst Ottwalt.

Como vive o trabalhador berlinense
(Zeitprobleme: wie der Arbeiter wohnt)
Direção: Slatan Dudow
Alemanha , 1930, curta-metragem, exibição em DVD

Realizado antes de Kuhle Wampe, este curta é uma denúncia sobre as condições de vida do trabalhador na capital alemã.

Os mistérios de uma barbearia (Mysterien eines Frisiersalons)
Direção: Bertolt Brecht e Erich Engel
Alemanha, 1923, curta-metragem, exibição em DVD
Elenco: Blandine Ebinger, Karl Valentin, Erwin Faber

Numa barbearia, clientes aguardam enquanto um aprendiz preguiçoso, interpretado pelo famoso ator Karl Valentin, dorme.
GRADE HORÁRIA





Segunda 29/11

17h30
 
Encontro sobre o Ativismo na Mídia com Jasmina Tesanovic


Terça
30/11
Quarta
01/12
Quinta
02/12
Sexta
03/12




16h


Como vive o trabalhador berlinense (curta)
+
Kuhle Wampe: ou A quem pertence o mundo?




Os carrascos também morrem

Como vive o trabalhador berlinense (curta)
+
Kuhle Wampe: ou A quem pertence o mundo?

Os mistérios de uma barbearia (curta)
+
A ópera dos três vinténs




19h



Os carrascos também morrem

Os mistérios de uma barbearia (curta)
+
A ópera dos três vinténs


SESSÃO ESPECIAL

O abraço corporativo

Como vive o trabalhador berlinense (curta)
+
Kuhle Wampe: ou A quem pertence o mundo?


UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO – PRÓ-REITORIA DE CULT. E EXT.UNIVERSITÁRIA
CINUSP “PAULO EMÍLIO”
Rua do Anfiteatro, 181 – Colméia – avo 04 (sala de projeção)
Cidade Universitária – SP - 05508-900
ENTRADA FRANCA – 100 LUGARES
Fones: 3091-3540/3152 – Fone e Fax: 3091-3364

21 October, 2010

Manoel de Oliveira, Sofia Coppola e até bicicletas garantem ecletismo da 34ª Mostra



de ALYSSON OLIVEIRA - Do Cineweb http://lc4.in/81KB



*foto  Cena do filme ''O Estranho Caso de Angélica'', de Manoel de Oliveira


* BRASILEIROS EM COMPETIÇÃO

* FILMES INTERNACIONAIS

Se alguém achava ruim ter de andar, digamos, do CineSESC ao Unibanco Arteplex a pé em 10 minutos para não perder a próxima sessão, na 34ª Mostra Internacional de Cinema, deste ano - acontece de 22 de outubro a 4 de novembro -, será mais fácil fazer o trajeto de bicicleta. Uma parceria entre o evento, a Sabesp e a ONG Parada Vital irá disponibilizar bikes para os frequentadores do festival. É preciso fôlego e atenção redobrada – afinal, o circuito de cinemas inclui várias salas na região da Paulista –, mas, para os mais preparados, pode até valer a pena.

Este é apenas um dos atrativos – talvez o menos cinematográfico – da festival, que começa nesta quinta exibindo o novo trabalho do veterano Manoel de Oliveira, “O Estranho caso de Angélica”. Coproduzido pela Mostra, o filme abriu a seção Un Certain Regard, do Festival de Cannes, em maio passado, trazendo no elenco o neto do diretor, Ricardo Trêpa, a espanhola Pilar López de Ayala e Leonor Silveira. A história centra-se num fotógrafo que fica obcecado com a imagem de uma moça que morreu. O filme faz uma ponte entre o cinema mudo e a modernidade.

*foto: Divulgação
"Um Lugar Qualquer", de Sofia Copolla,
mostra relação entre pai famoso e a filha

No entanto, para atrair o público mais variado, a Mostra tenta combinar o mais amplo espectro de produções. Para cada Manoel de Oliveira, Abbas Kiarostami (“Cópia Fiel”) e Jean-Luc Godard (“Socialismo”), há uma Sofia Coppola (“Um Lugar Qualquer”), Robert Rodriguez (“Machete”) e Jean-Pierre Jeunet (“Micmacs – Um plano complicado”). Também não podem faltar os premiados nos principais festivais do mundo, como Cannes (“Tio Boonmee, Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas”, de Apichatpong Weerasethakul), Veneza (“Um lugar qualquer”, de Sofia Coppola) ou no Rio (“VIPS”, de Toniko Mello).

Deixando de lado os filmes que, mais cedo ou mais tarde, entram em circuito comercial, um dos grandes prazeres da Mostra é a descoberta de trabalhos pouco conhecidos ou com poucas chances de chegar aos cinemas. Um deles é “Um dia na vida”, do premiado documentarista Eduardo Coutinho. Com uma sessão única, promessa de ser uma das mais disputadas da programação, o longa é uma compilação de material gravado da pesquisa que o diretor fez para seu próximo filme.

Com poucas chances de chegar ao cinema também são os longos “Mistérios de Lisboa”, de Raúl Ruiz, e “Carlos”, de Olivier Assayas. O primeiro tem 266 minutos e o segundo, 330. São obras monumentais, não apenas pela duração, mas também pela forma épica com que tratam seus temas, o primeiro adaptando obra de Camilo Castelo Branco, o segundo, traçando uma biografia do temível terrorista Carlos, o Chacal.

As retrospectivas desta edição trazem o cinema do norueguês Bent Hammer, exibindo sua filmografia completa, como “Histórias de Cozinha” e “Factótum”, além de seu mais recente trabalho, “Uma casa para o Natal”. A outra homenageada é a atriz alemã Hanna Schygulla, musa de Rainer Werner Fassbinder, vista recentemente num filme de Fatih Akin, “Do Outro Lado”. A Mostra exibirá diversos filmes que Hanna dirigiu, como o documentário “Alicia Bustamante”, sobre a atriz e diretora cubana.

Do comercial ao cult made in Brazil

foto: * Divulgação/ Milena Mendes
Arieta Corrêa e Wagner Moura em cena de "VIPs", de Toniko Melo

A seleção brasileira da Mostra também faz combinações ecléticas e abre espaço para filmes que vão do cult àqueles que buscam comunicar com um público maior. Documentários, ficções e experimentações traçam um painel da produção nacional recente.

Entre os documentários, além de Coutinho, o festival também traz alguns títulos que despertam a curiosidade, como “Comercial”, de Alex Miranda, que aborda a produção publicitária no Brasil; “Filhos de João, Admirável Mundo Novo Baiano”, de Henrique Dantas, sobre o grupo Novos Baianos; e “Diário de uma busca”, de Flávia Castro, em que a diretora investiga a vida e morte de seu pai, morto misteriosamente em 1984, e o cotidiano dos militantes de esquerda dos anos de 1960 e 1970.

Um dos mais aguardados entre as ficções, é “VIPS”, que rendeu a Wagner Moura o prêmio de melhor ator no Festival do Rio, há duas semanas. Nele, o ator deixa de lado seu personagem do momento, o Capitão Nascimento, e encarna uma figura real, um sujeito que parece estar em eterna crise de identidade e que assume o nome e a vida de outras pessoas – como um dos herdeiros da companhia aérea Gol.

Também baseado numa figura real, “Boca do Lixo” traz Daniel de Oliveira como Hiroito de Moraes, frequentador da região paulistana que dá título ao filme, um homem nascido na classe média cuja vida muda quando ele é acusado da morte do seu pai e se torna um dos bandidos mais procurados da capital paulistana. Já “Bróder”, de Jefferson De, premiado em Paulínia e Gramado, tem Caio Blat como seu protagonista. Filmado na periferia de São Paulo, o longa faz um belo estudo sobre a amizade, o crime e a ascensão social.

Por outro lado, o mineiro Cao Guimarães mais uma vez se supera com seu experimentalismo poético. Com “Ex Isto”, inspirado num poema de Paulo Leminski, o diretor investiga o que poderia ter acontecido se René Descartes tivesse vindo para o Brasil. O filósofo francês é interpretado pelo ator baiano João Miguel, de “Estômago”.

Não só de filmes, porém, vive a 34ª Mostra. Wim Wenders, além de assinar um dos pôsteres do Festival, exibe no MASP 23 fotografias inéditas feitas durante viagens por cidades como São Paulo, Salvador, Tóquio e Berlim. A exposição leva o título de “Lugares, Estranhos e Quietos”. O outro pôster é assinado por Akira Kurosawa – cujo centenário de nascimento é comemorado neste ano. Oitenta storyboards do diretor japonês, que morreu em 1998, também serão exibidos no Instituto Tomie Ohtake, na exposição “Kurosawa – Criando imagens para o cinema”.

Para mais informações sobre bicicletas, acesse o site da Mostra, www.mostra.org

14 September, 2010

Consórcio promove Circuito Sete Cidades – Arte & Cultura





O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, por meio do Grupo Temático Intercâmbio Cultural, que integra o Grupo de Trabalho de Cultura, vai promover, a partir de 17 de setembro, o Circuito Sete Cidades – Arte & Cultura. O projeto visa a um intercâmbio da produção cultural dos municípios que integram a região do Grande ABC. Apresentações gratuitas de teatro, dança, cinema, literatura, música e artes visuais, vão ocupar locais públicos das sete cidades, como teatros, parques e praças.


O Circuito permitirá que os moradores da região entrem em contato com a produção artística e cultural de todas as cidades. Um munícipe de Rio Grande da Serra, por exemplo, poderá apreciar em sua cidade uma peça de teatro fomentada em São Caetano do Sul, e vice-versa.



Confira abaixo a programação que fará parte das agendas culturais de todos os municípios da região:



17/9 (sexta) – 19h30

Mostra de vídeo da Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André

Local: Cineclube Photogramas/ Pinacoteca de São Bernardo do Campo

Rua Kara, 105 – Jardim do Mar


18/9 (sábado) - 13h

La Novia, com a Cia Quartum Crescente, de Mauá

Local: Praça da Figueira, em São Caetano do Sul

Rua Visconde de Inhaúma com Rua Nelly Pelegrino, Bairro Nova Gerty


19/9 (domingo) – 16h

Grupo Andreil’s B. Boys Crew, de Rio Grande da Serra

Local: Estação Jovem, em São Caetano do Sul

Piso Superior do módulo 2 do Terminal Delic, Rua Serafim Constantino s/nº - Centro



21/9 (terça) – 19h


Abertura da exposição Pierino Massenzi, de São Bernardo do Campo

Local: Centro Cultural de Diadema

Rua Graciosa, 300, Centro


23/9 (quinta) – 20h

Camerata de Cordas da Fundação das Artes, de São Caetano do Sul

Local: Teatro Euclides Menato, Ribeirão Pires

Av. Brasil, 193, Centro


24/9 (sexta) – 19h

Encontro Literário 7 Cidades

Local: Casa da Palavra, Santo André

Praça do Carmo, 171, Centro



25/9 (sábado) – 14h


Trupe Maladin, de Rio Grande da Serra

Local: Praça Teotônio Vilela, em Mauá

Avenida Barão de Mauá.


25/9 (sábado) – 20h

Quarteto Guit’ars de Ribeirão Pires

Local: Teatro Clara Nunes, em Diadema

Rua Graciosa, 300, Centro



26/9 (domingo) – 11h


Brincantes na Praça, com o Grupo Teatro dos Brincantes, de Ribeirão Pires

Local: Praça da Bíblia, em Rio Grande da Serra

Rua Prefeito Carlos José s/nº











Assessoria de Imprensa

Consórcio Intermunicipal Grande ABC

www.consorcioabc.org.br





*foto: Camerata de Cordas - Ana Paula Lazari/ Secult
*reportagem - http://www.consorcioabc.org.br/consorcio/noticias/noticia.php?id=2931

05 September, 2010

Em Alerta! (?)


"comemora" 1 ano do Movimento que ocupou a Escola Livre de Teatro e mobilizou outros grupos e escolas livres de Santo André pela preservação de seus projetos pedagógicos originais.

Ocupação Artística para reflexão do ELT em ALERTA! - que surgiu com o pedido de demissão de Edgar Castro do seu cargo de Coordenador da ELT, feito pela Secretária de Cultura, Esportes e Lazer, de Santo André, em 08 de setembro de 2009.


A data é proposital, o encontro também, a idéia é partindo de um Cortejo, e em seguida de um Sarau, organizado pelos próprios aprendizes da escola, parar o intenso fluxo das atividades e do processo por um dia para refletir sobre aquela luta. Um dia escolhido, dentre os dias que naquele setembro passado balançou a Escola Livre de Teatro e a cidade com ela. Mas e ai? O que aconteceu? Quais foram as glórias? As conquistas e o Aprendizado afinal?
Quer saber? Então participe!

(+_+).

“Last Call”, filme de horror interativo

Postado por Digerati em 20 de agosto de 2010

Uma empresa européia investiu numa ideia revolucionária que promete subverter a forma de se assistir a um filme nos cinemas. Last Call, alegadamente o primeiro longa de terror interativo, vai permitir que você passe de um simples espectador para coadjuvante direto.

A ideia funciona da seguinte forma: Antes de cada sessão do filme são distribuídos flyers pedindo aos espectadores que informem o número de seus celulares. Esses números são enviados para um banco de dados telefônico que sorteia aleatoriamente alguém da platéia. O escolhido interage com a protagonista através de um software de reconhecimento de voz e pode interferir no enredo do longa.

A tarefa do espectador sortudo (ou azarado?) é ajudar a personagem encontrar o melhor caminho para se livrar de um perigoso serial killer que a persegue dentro de um sanatório aterrorizante. “Direita!”, “Esquerda!”, “Desça a escada!”. As respostas transformam-se em comandos que selecionam cenas distintas. Assim, o mesmo filme pode ter diferentes finais, dependendo de quem atender o telefone.

A iniciativa é do 13t Street, um canal de TV especializado em filmes de horror pertencente ao grupo NBC que atua na França, Espanha e Alemanha. A atrativa experiência foi registrada na terra do xucrute e os sustos são garantidos. Veja aqui:


A campanha de publicidade é uma criação da Jung von Matt, com produção da Film Deluxe. Essa ação foi premiada no Festival de Cannes 2010 com o Leão de Bronze na categoria Cyber – Mobile Advertising.

31 August, 2010

Campanha para salvar o Cine Belas Artes



Cinema precisa de patrocinador para não fechar

Públicado em Nota de Roda Pé por Thiago Domenici

O amigo deste blogue Lucas Duarte de Souza enviou uma informação que compartilho com vocês. Se trata de apoiar a sobrevivência de um dos cinemas mais tradicionais de São Paulo, o Belas Artes, na esquina da avenida Consolação e Paulista. No fim do mês de março, o banco que patrocina o cinema, o HSBC, optou em sair da parceria. Com isso, o cinema que funciona há 43 anos, pode fechar.
“No início de abril, André Sturm, sócio-proprietário do Cine Belas Artes, iniciou uma batalha para conseguir um novo patrocinador, infelizmente sem sucesso até o momento. Inconformada com a possibilidade do fechamento, Marie-France Henry, proprietária do Restaurante La Casserole, reuniu outros restaurantes para criar uma campanha de Apoio, batizada de 'Salve o Belas Artes: Tudo Pode Dar Certo'. Ajude-nos a buscar uma forma de não permitir o fechamento de mais uma sala de cinema na cidade de São Paulo."

A campanha
É simples, ao ir em um dos restaurantes que apoiam a campanha para ajudar a manutenção de um dos poucos cinemas de rua da cidade você faz o seguinte na hora de fechar a sua conta: você autoriza uma contribuição no valor de 5 reais para e recebe um ingresso para assistir um filme. No cinema, o ingresso será carimbado e você pode pedir uma sobremesa no mesmo restaurante, em uma próxima refeição.Veja os restaurantes que estão participando da ação AQUI.

Patrocínio
"Se "você" empresa, agência, mídia se interessou e quer mais informações sobre os valores e dados do Belas Artes mande um comentário no blog com seu e-mail e telefone que entraremos em contato (não serão postados) ou envie um e-mail para: salvemobelasartes@gmail.com"

Também no twitter: @belasartescine! Ou divulgue a mensagem:

@belasartescine! http://migre.me/N2oV #salvemobelasartes

27 August, 2010

09 August, 2010

Curso de Crítica de Cinema

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O CURSO:

Orientação: Francis Vogner

Período de Inscrição: De 09 a 28 de agosto / 2010
De segunda a sexta - das 09h às 11h e das 14h às 21 horas.
Comparecer a E.L.C.V. para preenchimento da ficha e trazer currículo, carta de interesse, 01 foto 3x4, cópia do RG e cópia de um comprovante de endereço.


Resultado da seleção por currículo e carta de interesse: 08 de Setembro

Período de Curso: De 11 de setembro a 23 de outubro
(Sábados – das 14h às 18h - Carga horária: 20 horas)

O curso se propõe a pensar e estimular a escrita e o pensamento cinematográfico e também apresenta a crítica de cinema nas suas mais variadas propostas (análise, ensaio, resenha).
O orientador trabalhará direcionamentos de escrita a partir do estilo e da orientação pessoal de cada aluno.

Curso GRATUITO

E.L.C.V. - Escola Livre de Cinema e Vídeo
"Chácara Pignatari" Av. Utinga, nº 136 - B. Santa Terezinha
Santo André - SP (Estação de trem mais próxima: Prefeito Saladino)
Fones: (11) 4997.1167 / 4997.2155

18 June, 2010

Resignificar o Livre - Recuperar, Resistir, Reinventar - ELCV


Foto: Lucas Duarte de Souza (+_+)

Depois de muito tempo sem publicarmos, demos início agora, neste exacto momento do já, a uma transformação em nosso blog. Esperamos ter publicações periódicas entre pensamentos e relatos de nossos projetos, trabalhos e produções. Divulgação de tudo que já foi e está sendo produzido. Comunicação e troca de ideias com outros grupos e indivíduos externos para ampliarmos e fortalecermos nossa rede. Receber críticas, sugestões, e aumentar a participação dos alunos quanto ao processo de construção da Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André, no dia a dia, nos seus problemas e mudanças cotidianas, que revelam o perfil e o diferencial que a ELCV tem diante desse universo de aprendizagem audiovisual, que é nossa livre articulação, participação e escolhas conjuntas. Num processo pedagógico democrático que procura resistir em meio a tantos problemas nas vozes de poucos, mas que seguramente tomarão as vozes de muitos outros, com a chegada da nova turma, com a abertura para outros canais solidários e organização conjunta com as outras Escolas Livres, iniciaremos quem sabe, um processo de recuperação, redescoberta, reação, resignificação que nossa escola precisa hoje para fazer jus ao nome que carrega, e ser, permitir e incentivar o Livre!



--
(+_+).

04 May, 2010

INSCRIÇÕES PRORROGADAS ATÉ O DIA 12!

Prorrogamos a inscrição para a turma 5 da ELCV
até o dia 12 de maio de 2010!


Aproveite a última chance!





Inscrições para o Núcleo De Formação da

Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André

As inscrições para o Núcleo de Formação da Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André estarão abertas no período de 15 de março a 30 de abril de 2010.

Para se inscrever o candidato deverá comparecer a sede da Escola Livre de Cinema e Vídeo, no horário das 9h às 11h e das 14h às 21h, munido dos seguintes documentos:



1ª fase -

1º) Ficha de Inscrição devidamente preenchid
a.

Para acessar Clique aqui ou no link:

http://www.santoandre.sp.gov.br/secretaria/bn_conteudo.asp?cod=3513&opr=256&categ=sec_cultura

2°) Uma foto 3x4

3º) Cópia do CPF e RG.

4º) Cópia do Comprovante de Endereço

5º) No ato da inscrição o candidato receberá um tema e terá 50 minutos para redigir uma redação.

- Resultado dos selecionados para a 2ª fase: 04 de junho.

2ª fase – Entrevista: 21 e 22 de junho

- Resultado dos selecionados para a 3ª fase: 25 de junho

3ª fase – prova de aptidão: 30 de junho e 01 de julho

- Resultado final: 09 de Julho

Início das aulas: 02 de agosto


*OBS.: As aulas do Núcleo de Formação em Cinema acontecem de segunda a sexta-feira, das 19h30 às 22h30. O curso tem duração de 3 anos, sendo o último ano para acompanhamento dos projetos, ou seja, não haverá aula todos os dias!


Local:
Escola Livre de Cinema e Vídeo
(Parque Chácara Pignatari)
Av. Utinga, nº 136 – B. Sta. Terezinha - Sto. André
Fone: 4997-2155

Como chegar (clique para Google Maps):




Site da Prefeitura:
http://www.santoandre.sp.gov.br/bn_conteudo.asp?cod=3513

Blog de alunos:

http://elcv.blogspot.com/

Blog com videos da ELCV Turma 4:
http://elcvsa.blogspot.com/

Youtube:
http://www.youtube.com/watch?v=KSMxXtsSPyY&feature=related

Twitter:
http://twitter.com/ELCV

Orkut Escola Livre de Cinema e Video:
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=525510

Orkut ELCV Turma 4:
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=66395169

Orkut Curso de Interpretação 2009:
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=93676019

Flickr:
http://www.flickr.com/photos/elcv/

Matérias:
http://www.reporterdiario.com.br/index.php?id=135865&secao=3
http://www.abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=8435
http://www.dgabc.com.br/default.asp?pt=secao&pg=detalhe&c=4&id=1063106


Um pouco mais sobre a ELCV:

A Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André oferece desde 2001 o Curso Livre de Formação em Cinema, que acontece de segunda a sexta- feira, das 19:30h às 22:30h, com duração de 2 a 3 anos, assim como nas universidades. Porém, por se tratar de um curso LIVRE, não tem diploma e reconhecimento pelo MEC. Mas possui autonomia na parte pedagógica em não seguir modelos padrões, idealizando e construindo no seu cotidiano a pedagogia democrática para o ensino prático do cinema.

http://www.youtube.com/watch?v=KSMxXtsSPyY

No momento a turma 4 do curso livre de formação em cinema está no quarto semestre. A próxima turma está programada para começar em agosto de 2010 e as inscrições estão abertas até o final de abril. Não há pré-requisitos para participar da seleção e nem é preciso ser morador de Santo André, a não ser idade superior a 18 anos para se inscrever.

Lembramos que as atividades e os cursos da escola são gratuitos!

Escola Livre de Cinema e Vídeo
Depto. de Cultura – Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer
Prefeitura de Santo André
Tel.: (11) 4997.2155 / 4997.1167

18 March, 2010

Pra quem quer estudar audiovisual livremente - e sabe que isso também é compor o livre estudar


Inscrições abertas para a Turma 5 da ELCV - Escola livre de Cinema e Video de Santo André


Ambiente de diversidade de sexo, idade, aparência, cultura, religião, gostos, vontades, políticas, CINEMAS E VIDEOS. Pedagogia livre e colaborativa: desde grade até aulas, atividades e ambiente todos participam ativamente para formar uma escola - todos fazem a escola. Aulas orientadas para prática e conforme as funções de cinema e video.

As vagas são apenas 50, e o curso é gratuito, por isso a concorrencia é grande. Para seleção são necessárias algumas etapas. Então, não percam a chance, pois a próxima inscrição, só abrirá daqui há dois anos.

A ELCV interessa a artistas, técnicos, profissionais e amadores audiovisuais, que desejam expandir conhecimentos, complementá-los ou adquirí-los. Todos são bem-vindos. Não há restrição se você faz parte de centros culturais e cinéfilos, do meio ativista, estudantil, de qualquer região do país. Não se procuram peritos, produram-se dispostos. Importa não um público nivelado, mas gente com vontade de fazer sempre um grande curso e uma excelente escola, um contribuindo com o outro - pois não é apenas aula de qualidade que faz uma escola. Na ELCV existe essa oportunidade e necessidade à todos os que se envolvem nela. Esse é outra de nossas particularidades; as demais, estão no cotidiano da escola, que gera audiovisual.





Inscrições para o Núcleo De Formação da

Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André

As inscrições para o Núcleo de Formação da Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André estarão abertas no período de 15 de março a 30 de abril de 2010.

Para se inscrever o candidato deverá comparecer a sede da Escola Livre de Cinema e Vídeo, no horário das 9h às 11h e das 14h às 21h, munido dos seguintes documentos:



1ª fase -

1º) Ficha de Inscrição devidamente preenchid
a.

Para acessar Clique aqui ou no link:

http://www.santoandre.sp.gov.br/secretaria/bn_conteudo.asp?cod=3513&opr=256&categ=sec_cultura

2°) Uma foto 3x4

3º) Cópia do CPF e RG.

4º) Cópia do Comprovante de Endereço

5º) No ato da inscrição o candidato receberá um tema e terá 50 minutos para redigir uma redação.

- Resultado dos selecionados para a 2ª fase: 04 de junho.

2ª fase – Entrevista: 21 e 22 de junho

- Resultado dos selecionados para a 3ª fase: 25 de junho

3ª fase – prova de aptidão: 30 de junho e 01 de julho

- Resultado final: 09 de Julho

Início das aulas: 02 de agosto


*OBS.: As aulas do Núcleo de Formação em Cinema acontecem de segunda a sexta-feira, das 19h30 às 22h30. O curso tem duração de 3 anos, sendo o último ano para acompanhamento dos projetos, ou seja, não haverá aula todos os dias!


Local:
Escola Livre de Cinema e Vídeo
(Parque Chácara Pignatari)
Av. Utinga, nº 136 – B. Sta. Terezinha - Sto. André
Fone: 4997-2155

Como chegar (clique para Google Maps):




Site da Prefeitura:
http://www.santoandre.sp.gov.br/bn_conteudo.asp?cod=3513

Blog de alunos:

http://elcv.blogspot.com/

Blog com videos da ELCV Turma 4:
http://elcvsa.blogspot.com/

Youtube:
http://www.youtube.com/watch?v=KSMxXtsSPyY&feature=related

Twitter:
http://twitter.com/ELCV

Orkut Escola Livre de Cinema e Video:
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=525510

Orkut ELCV Turma 4:
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=66395169

Orkut Curso de Interpretação 2009:
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=93676019

Flickr:
http://www.flickr.com/photos/elcv/

Matérias:
http://www.reporterdiario.com.br/index.php?id=135865&secao=3
http://www.abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=8435
http://www.dgabc.com.br/default.asp?pt=secao&pg=detalhe&c=4&id=1063106


Um pouco mais sobre a ELCV:

A Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André oferece desde 2001 o Curso Livre de Formação em Cinema, que acontece de segunda a sexta- feira, das 19:30h às 22:30h, com duração de 2 a 3 anos, assim como nas universidades. Porém, por se tratar de um curso LIVRE, não tem diploma e reconhecimento pelo MEC. Mas possui autonomia na parte pedagógica em não seguir modelos padrões, idealizando e construindo no seu cotidiano a pedagogia democrática para o ensino prático do cinema.

http://www.youtube.com/watch?v=KSMxXtsSPyY

No momento a turma 4 do curso livre de formação em cinema está no quarto semestre. A próxima turma está programada para começar em agosto de 2010 e as inscrições estão abertas até o final de abril. Não há pré-requisitos para participar da seleção e nem é preciso ser morador de Santo André, a não ser idade superior a 18 anos para se inscrever.

Lembramos que as atividades e os cursos da escola são gratuitos!

Escola Livre de Cinema e Vídeo
Depto. de Cultura – Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer
Prefeitura de Santo André
Tel.: (11) 4997.2155 / 4997.1167